E-mail Marketing para Restaurantes: o segredo

  • Por
  • 0

O e-mail continua a ser uma das formas mais eficazes para a fidelização de clientes. A prova disso é que muitos negócios ainda apostam no e-mail, sendo habitualmente a fatia no orçamento de marketing para as estratégias de e-mail bastante superior à das redes sociais.

O segredo do e-mail marketing é definir o objetivo da sua comunicação e criar uma estratégia simples e clara. Parece fácil? E é! Mas grande parte das empresas hoje em dia ainda fazem e-mail marketing sem estratégia nem coordenação.

Comece já a promover o seu restaurante junto dos seus clientes. Siga os passos que lhe indicamos abaixo e verá que estes o ajudarão a criar uma estratégia inteligente.

 

1. Construir uma base de dados de clientes

Costuma recolher os dados dos seus clientes? Se recolhe, esta tarefa está, à partida, simplificada. Se não recolhe, comece já a pensar numa forma de angariar os contactos dos seus clientes de forma a facilitar a sua comunicação com eles.

Por exemplo, uma ótima forma de recolha de contactos é a troca de informações a troco de algo, seja um passatempo nas redes sociais ou uma promoção específica, entre outros. Se os clientes tiverem interesse em participar, eles irão preencher os contactos que pede, sem pensar duas vezes. E com isto estará a  construir uma base de dados válida para o seu restaurante.

 

2. Escolher um bom software

Escolha um software simples e intuitivo para o envio de e-mails. Existem atualmente soluções no mercado bastante atrativas, algumas delas até grátis.

Softwares como o Mailchimp, que permitem o envio de 12 000 e-mails mensais para uma base de dados de 2000 contactos é excelente para quem pretende dar início à sua estratégia de e-mail marketing.

Nota importante: segmente os seus contactos por listas. O Mailchimp tem ótimas ferramentas para o envio específico de e-mails personalizados para cada uma das suas listas. Desta forma poderá comunicar de forma objetiva, e diferenciada, com todos os tipos de clientes que frequentam o seu restaurante.

 

3. Criar mensagens automáticas

Outra excelente forma para angariar contactos é através do seu website. Crie formulários de registo de e-mails com respostas de agradecimento enviadas automaticamente a quem adere à sua newsletter.

Poderá enviar um simples "obrigado" ou até um código de desconto que poderá ajudar a levar o cliente ao seu estabelecimento mais rapidamente.

 

4. Design das newsletters

Aposte na eficácia. Muitas vezes temos tendência para complicar o "simples" desnecessariamente.

Normalmente, o software de e-mail marketing oferece algumas soluções a nível gráfico para que possa enviar as suas newsletters de forma simples e rápida. Caso pretenda uma solução personalizada, poderá contratar serviços de design e deixar a sua marca junto dos seus clientes.

Seja conciso na sua comunicação. Não se esqueça de disponibilizar a informação básica do seu restaurante em todos os e-mails que envia: endereço, direções, telefone e horário de funcionamento.

 

5. Recolha de feedback

Dê importância ao feedback dos seus clientes. Tente fazer com que respondam às suas newsletters incorporando ações de call-to-action. Nunca envie e-mails através de um endereço "no-reply". Ao aproximar-se do cliente, irá promover uma conversa pessoal e gratificante, sem dar a entender explicitamente o propósito comercial. Às vezes, as vendas têm inicio nos pequenos pormenores e mostrar a cada cliente que é único e especial só pode trazer vantagens… e mais vendas!

 

Já utiliza a estratégia de e-mail marketing? Se não, diga-nos de que forma comunica habitualmente com os seus clientes.


Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • Shortcodes usage

  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.

Plain text

  • Não são permitidas tags HTML.
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.